quarta-feira, 26 de agosto de 2009

É cada uma...

Sou Analista de RH em uma Consultoria de Informática e já entrevistei todo tipo de gente, mas, há quem se supere nos quesitos “cara de pau” e “171”.
E cada vez mais eu acredito naquele ditado: De perto ninguém é normal!!!rsrsrs
Um dia todo sem sistema na empresa dá nisso: um texto sobre os candidatos que já entrevistei e que se eu mudar de Consultoria, provavelmente continuarei a receber cv´s, mas claro, não terão uma segunda chance!
Juro que depois de escrever, tentei nomear o melhor para ganhar o troféu “Esse é uma roubada” mas não consegui, então deixo pra vocês esta missão OK?

Nº 1 – Elabora o cv dependendo do cargo pretendido
Pra mim o cara mandou um cv totalmente voltado para uma vaga de Gerente de Projetos, com uma mega experiência e com todas as tecnologias que eu precisava. Para a outra analista, num outro momento, enviou um cv voltado para a parte de Análise. É possível que o cara tenha sido um analista e hoje seja um gerente, mas o que não é possível é ele mudar toda a sua experiência profissional, inclusive nomes de empresas...ah tá, e eu sou a Bozolina!!!

Nº 2 – Aceita um trabalho, mas continua trabalhando no outro
Pois é, eu contratei um Zé Mané pra trabalhar alocado em um cliente, e o cara ficou por 1 semana trabalhando, depois deu linha na pipa alegando ter recebido proposta melhor. Mas, como bom Zé Mané, me deixou 3 nºs de tels. Pra falar com ele. Tentei 2, no terceiro encontrei...e adivinhem onde? Na antiga empresa...rs...Características: comprometido e responsável (kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk)

Nº 3 – Mata a mãe e depois manda um e-mail convidando pra missa de 7º dia
Primeira entrevista no cliente. Manda um amigo enviar um e-mail comunicando que infelizmente não poderá ir, pois sua mãe faleceu. Penalizada com a situação, ligo pro cliente, e blábláblá...depois pro cara, ofereço “pêsames” e remarco a entrevista. Nesse meio tempo, recebo até um e-mail com o convite da missa de 7º dia (sei lá porque...afinal sou só a entrevistadora).
Remarcada a entrevista, confirmada por telefone, candidato super feliz...mas, NUNCA apareceu na entrevista. E simplesmente desaparece no mapa. Nem no Google vc acha o cara.

Nº 4 – Muda o sobrenome porque já tá muito manjado no mercado
Já me deparei com bem uns 3 que usam desse artifício pra enviar cv´s. Eles simplesmente tiram do currículo um dos sobrenomes e com isso acaba dificultando nossa pesquisa no sistema. Mas esquecem que endereço e e-mail, não tem jeito, não dá pra ele mudar e é por aí que se entregam. Tem outro que teve a cara de pau de colocar um outro sobrenome. É certo que um era bem parecido com o outro e poderia ter passado batido, mas o que ele não contava era que tenho uma memória de elefante, logo, quando bati o olho lembrei do cara.
Não tive dúvidas, dei um ‘del” no cv e já era...

Nº 5 – Não comparece na entrevista e quando você liga...
Aí o cara não dá as caras na entrevista e resolvo ligar pra saber se houve algum problema, se tem interesse em reagendar...
Oi fulano, tínhamos uma entrevista hoje às 10hs, houve algum problema pra você não comparecer?
E o fulano: Não, nenhum! Eu acabei de acordar, aliás acordei com a sua ligação.
Imaginem minha cara de “quadro”...só disse um “ah tá” e desliguei.


Nº 6 – Faltou 4 dias porque perdeu um rim...
Quando você mente, tem que fazer bem feito, senão depois fica feio!
O cara falta em emenda de feriado, e volta dizendo que perdeu um rim, que ficou super mal, e que quase morreu. Pequenos detalhes que ele nem se tocou: ele colocava a mão no estômago pra dizer onde tinha sido a cirurgia,(não sabia nem onde fica o rim...rs) em 4 dias alguém que “perdeu” o rim não volta pro trabalho e ouviram ele falando no telefone com um amigo, que Bariloche estava maravilhoso no feriado...rs
É, talvez ele tenha perdido o rim...na Argentina né???Rs

Nº 7 – Ih...sumiu!!! Cadê o candidato que estava bem aqui???
Vez em quando temos um cliente que quando abre vagas, exige um teste prático no computador que leva em torno de 4 horas para fazer. Avisamos ao candidato com antecedência, exatamente para não ter problemas.
Pois bem, entrevista marcada, teste agendado, chega o cara. Preferiu fazer o teste e depois ser entrevistado, então, deixei ele sentadinho no computador, numa salinha colada na recepção e vim para a minha sala.
Depois de umas duas horas fui verificar se estava tudo bem com ele e pra minha surpresa, ele tinha desaparecido...e pior, nem a recepcionista viu. Saiu sem deixar rastros, nenhuma pista sequer. Nem o CSI descobriria o paradeiro do cara. Até hoje temos uma teoria que parece ser a mais sensata: ELE FOI ABDUZIDO! Na Terra ele não volta mais!!! Quem entrevistou, entrevistou...rs

Nº 8 – Cuidado com a elaboração de um currículo!
Em currículos devemos colocar o mínimo de “enfeites”, portanto letrinhas coloridas, grifadas, em diversos tamanhos só dificultam nosso trabalho, além claro, de não ficar com uma estética bacana. Porém, todos os dias recebo vários desses cvs e quando está dentro do perfil que busco, é óbvio que relevo e chamo o cara.
Agora, quando eu abro um currículo desses, cheio de “stile”, moderníssimo...com o último lançamento de uma fonte nova para o Word e ainda com uma foto pra lá de sem noção, realmente não dá pra chamar.
E foi isso que encontrei outro dia...um cv “moderníssimo” e do lado direito, em formato 3x4 uma MONALISA (sim, aquela do quadro do Da Vinci) com o rostinho do candidato.
Uma montagem tosca e horrível...agora eu pergunto: Vocês chamariam??? Eu preferi não arriscar.

Nº 9 – Sinceridade é importante, mas...
Há quem exagere na dose. Sinceridade PODE, contar seus sonhos tão diferentes, NÃO PODE!rs
E no meio da entrevista, a hora que pergunto ao candidado quais eram seus planos a médio prazo, ele meio que se achegou mais perto, inclinou o corpo e quase que sussurando (parecia que estava me contando um segredo) disse que na verdade ele não gostava muito da sua profissão, mas que precisava do dinheiro, pois a médio prazo queria realizar o grande sonho de sua vida: Viajar o mundo divulgando o seu projeto de Metafísica!
Hein? Hã? Eu realmente não precisava saber disso né? Diante desta situação, não dei continuidade no processo. Já pensou se ele diz isso pro meu cliente? Não passou segurança.

Nº 10 – Realmente Jesus Cristo está vivo!
E procurando emprego viu???
Desde que trabalho em RH eu nunca tinha visto um perfil como o dele...
Não, de Jesus Cristo não, do candidato né???Rs
Tudo dele era ótimo, era maravilhoso, nunca nenhum projeto deu errado, ele era o máximo e tão máximo que tornou a esposa a melhor webdesigner, conhecida mundialmente...óhóhóhó...trabalhando em casa, e segundo palavras dele dá pra tirar uns 500 conto...se é a melhor não deveria ganhar mais? Enfim, continuemos...
Durante a entrevista acabo sempre pedindo que o candidato me aponte algumas qualidades que ele acredita ter, e claro, defeitos também.
Qualidades o cara tinha muitas, mas tantas que teve uma hora que nem anotava mais, agora quando pedi para me apontar algum defeito, foi que fiquei confusa.
Ele me disse enfaticamente que não tinha defeitos, que estava tudo bem com a pessoa dele.
Que defeitos pra ele era roubar e matar e eu com uma vontade de responder que isso é defeito, é CRIME!!!
Aí lembrou de um: Seu maior defeito ERA mandar e-mails muito longos, mas agora parou. Sem comentários né?
O cara era tão perfeito, mas tão perfeito que quase acreditei que ele era Jesus Cristo.


Pois é people, RH é uma caixinha de surpresas...

13 comentários:

disse...

Adorei teu post ri muito,tem gente pra tudo.A pessoa tem que ter uma postura decente ao ser entrevistado,conversar direito.Quer meu CV eu mando para vc ame entrevistar rsrsrsrs.Hoje o blog tá em festa passe por lá.Bjus

luluonthesky disse...

Putz Alê, vc pode criar um livro.
Big Beijos

Engraçadinha disse...

Caixinha maravilhosa essa, q nos faz rir dessa bagaça!
Triste, mas é verdade, tem os adeptos do jeitinho.

Eu a-mei o da Monaliza. Sensacional!

Bj.

Dani Antunes disse...

Essa vaca dessa Engraçadinha roubou meu comentário sobre o cara da Monalisa! Acabei de comentar com ela no telefone a respeito.
#prontodedurei hahahaha

Cara, qdo eu vi "Jesus Cristo" eu imaginei um cara de cabelão, todo "style", sabe? Só que vestido na social pq... Enfim... Mesmo que o cara tenha aparência de Jesus Cristo... Ele tava indo pra uma entrevista de emprego, certo? hauhauhauha

Ah!! Outro comentário no telefone: "Cara, se não fosse a Alê contando eu juro que não acreditaria" Como tem gente doida nesse mundo"! kkkkk

Ainda passo mal de rir contigo, Florzinha!!! =P

Ma disse...

Alê, este emprego é a sua cara...
Imagino você virando pro lado e olhando para uma camera de Tv fictícia com cara de: ah,fala sério!
Me mijei de rir aki e concordo com a Engraçadinha e a Dani - a Monalisa foi MARA!!!!

Julis disse...

ahauahauahua eu concordo com a Lulu vc deveria escrever um livro sobre essas coisas, to rindo aqui sozinha

Anônimo disse...

Imagino, eu aqui no DP também vejo e escuto cada uma.
Bjs

Engraçadinha disse...

Roubei o caralho! #prontoxinguei!
É q de todos os q eu li, achei o mais original.
Adoro gente criativa, mesmo q se foda no final!

Gabi disse...

Ah que delicia reler vc..... deve ser uma maximo entrevistar!!! Estava tentando encontrar um espaço interessante para minhas aulas de RH na minha agenda! Achei depois que li esse post...Deve ser interessante "aprender" com esses fatos inesperados de CV ..gostei! beijos

Pitanga disse...

Alê, se eu tivesse a tua profissão, me sentiria a própria Bozolina meeeesmo em alguma dessas situações acima. Não sei se conseguiria segurar a gargalhada...não sei mesmo!

Mil beijocas,
Pitanga.

Marco disse...

Alezinha,
isso dá um livro. E até uma peça de teatro!
Gente que lida com entrevista com público tem zilhões de histórias para contar. O ser humano é uma caixinha de surpresas.
Boa postagem.
Carpe Diem. Aproveite o dia e a vida.

meus instantes e momentos disse...

gostei do teu jeito de escrever, muito bom o post.E esses foram apenas alguns, ainda tem mais...?
Tenha uma ótima semana.
Maurizio

Dani disse...

Hahahahahaha
Putz que droga!
O qu etroca de nome..achei um sarro!
o do rim também!
e do funeral também!
Hahahahahaha
Que povo sem noção!
Beijos Alê

Faxina